Português

Explicando o Pós-modernismo: Ceticismo e socialismo — de Rousseau a Foucault

explicando-pos-modernismo-150Publicado pela primeira vez em Inglês: Explaining Postmodernism: Skepticism and Socialism from Rousseau to Foucault (Scholargy, 2004).
Portugués: Callis Editora (São Paulo), 2011. Amazon Kindle. Barnes & Noble Nook. iTunes.
Resumo: O Pós-modernismo, por abordar temas que afligem o homem de hoje — como às inquietações em relação ao futuro e o colapso da razão — ocupa o lugar de vanguarda intelectual de nossa época. Neste livro, Stephen Hicks, com um texto inteligente e direto, fala sobre os principais pontos do Pós-modernismo: sua origem, seu ativismo, a sua relação com a nova esquerda, o coletivismo, entre outros assuntos. Hicks traz ainda a visão dos principais expoentes dessa corrente filosófica: Foucault, Derrida, Lyotard e Rorty.

O que podemos aprender do empreendedorismo

WSJ_logoPublicado pela primeira vez em Inglês: “What Entrepreneurship Can Teach Us About Life,” The Wall Street Journal.
Portugués: Tradução por Matheus Pacini.
Español forthcoming.

O que a ética empresarial pode aprender com o empreendedorismo

apeelogoPublicado pela primeira vez em Inglês: “What Business Ethics Can Learn from Entrepreneurship,” Journal of Private Enterprise, 2009.
Portugués: HTML. PDF. Tradução por Matheus Pacini. Revisão por Vinicius Cintra, 2014.
Resumo: O empreendedorismo é cada vez mais estudado como um fenômeno econômico fundamental e fundacional, porém, cada vez menos como um fenômeno ético. Grande parte da literatura atual sobre a ética empresarial pressupõe que seus objetivos principais sejam: 1) acabar com práticas comerciais predatórias e (2) encorajar a filantropia e a caridade por parte das empresas. Indubitavelmente, o comportamento predatório é imoral e a caridade encontra lugar na ética, todavia, nenhuma delas deveria ser o foco principal da ética. Em vez disso, a ética empresarial deveria destacar os valores e as virtudes dos empreendedores – por exemplo, aqueles indivíduos produtivos e responsáveis que geram valor e negociam com outros indivíduos buscando uma relação de ganho mútuo.

Por que a arte se tornou feia?

art-modernPublicado pela primeira vez em Inglês: “Why Art Became Ugly,” Navigator, 2004.
Portugués: Portal Libertarianismo. HTMLPDF.
Tradução de Ronaldo Bassit.
Revisão de Matheus Pacini, 2013.

13 argumentos para o capitalismo liberal em 13 minutos

13-argumentsPublicado pela primeira vez em Inglês: “13 arguments for liberal capitalism in 13 minutes” [YouTube]. Todos os vídeos possuem legenda em Português.
Transcript.
Flowchart.
Portugués: 13 argumentos para o capitalismo liberal em 13 minutos.
The video with Portuguese transcript.

Filosofia e um século de guerra

Philosophy-warPublicado pela primeira vez em Inglês: “Philosophy and a century of war”. Transcript.
Portugués: HTML. PDF.
The video with Portuguese transcription. Todos os vídeos possuem legenda em Português: Portal Libertarianismo.
Tradução e revisão de Matheus Pacini, 2014.
.

Liberdade de expressão e pós-modernismocensorship-duct-tape

Publicado pela primeira vez em Inglês: at Amazon or in PDF.
Portugués: HTMLPDF.
Tradução e revisão de Matheus Pacini, 2015.
.
.
.

Por que a filosofia começa com Tales de Mileto?thales-bust

Publicado pela primeira vez em Inglês: HTML.
Portugués: HTMLPDF.
Tradução e revisão de Matheus Pacini, 2015.
.
.

Educar para o Empreendedorismo

child-buttlerflyPublicado pela primeira vez em Inglês: “Educating for Entrepreneurship” [HTML] or [PDF].
Portugués: “Educando para o empreendedorismo” [HTML] [PDF] [Portal Libertarianismo] [Junior Achievement Brasil].
Tradução e revisão de Matheus Pacini, 2014.

Ayn Rand e a ética empresarial contemporânea

randayn-ff-150pxPublicado pela primeira vez em Inglês: PDF.
Portugués: PDF. HTML. Atlantos.
Tradução de Matheus Pacini e Revisão de Vinicius Cintra, 2015.
.
.

The Good Life

Publicado pela primeira vez em Inglês: The Good Life series.
Portugués:
1. “Os filósofos são ignorantes no que tange à política?”
the-good-life-stephen-hicks-philosophy-300x2132. “A saúde e o homem mais rico do mundo.”
3. “A vida é injusta? Meu desafio ao melhor jogador de tênis do mundo.”
4. “Levando os artistas modernos ao pé da letra.”
5. “Quem realmente deseja resolver o problema da pobreza?”
6. “O renascimento do nazismo na Europa — não é somente racismo.”
7. “Onde estão os economistas de livre mercado que causaram a crise?”
8. “Nosso problema com Che Guevara.”
9. “O desastre ambiental do Canal do Amor.”
10. “Professores universitários deveriam poder manter relações sexuais com seus alunos?”
11. “Conservadores contra o capitalismo de livre mercado.”
12. “Sexo no campus e a antisexualidade dos novos autoritários.”
13. “O dinheiro compra as eleições? Quando os bilionários cortejam os eleitores.”
14. “Nossa política esquizofrênica — sexo, saúde, religião, dinheiro e outras coisas importantes.”
15. “À procura de um culpado: ‘A desregulamentação causou a crise financeira.'”
Portuguese_language_flags16. “O poder não corrompe — o caráter é o que realmente importa.”
17. “Deveríamos agradecer o café pela civilização moderna?”
18. “A ética do bote salva-vidas, escassez e conflitos.”
19. “Vivemos realmente em um mundo de recursos escassos? Não.”
20. “O artista mais importante do nosso século.”
21. “Onde está o verdadeiro Scrooge?”
22. “Quem trata seriamente dos monopólios?”
23. “Monopólio bom, monopólio ruim.”
24. “A tolerância racial é o melhor que podemos conseguir?”
25. “Existe discriminação racional?”
26. “Você é capaz de viver uma sociedade livre?”
27. “Inteligência, liberdade e quem sabe o que é melhor para você.”
28. “Somos perversos demais para a liberdade?”keynes,john
29. “Republicar “Mein Kampf” é a decisão correta?”
30. “A liberdade de expressão está morta nas universidades.”
31. “Corrupção — a regulamentação governamental ajuda?”
32. “Podemos culpar Keynes pelo keynesianismo?”
33. “O ser humano é inerentemente mau?”
34. “O Islã precisa de uma reforma?”
35. “Os que só reclamam e os problemas ambientais.”
36. “Gatilhos mentais e micro-agressões como estratégias.”
37. “Sobre a dívida grega e fazer o que é moral.”
hitler-knight38. “Quão esperto e versado era Adolf Hitler?”
39. “O desastre químico em Bhopal — quem é o culpado?”
40. “Cobrar mensalidades nas faculdades é uma questão moral”
41. “Por que a América do Norte é mais rica que a América Latina?”
42. “A educação está ficando muito cara?”
43. “Uber, Cuba e níveis diversos de liberdade”
44. “O livre comércio faz de você uma pessoa melhor”
45. “Como domesticar terroristas religiosos”
46. “Os limites da livre imigração”
47. “Quem realmente deseja resolver o problema da pobreza?”
48. “Conservadores contra o capitalismo de livre mercado”
49. “Os filósofos são ignorantes no que tange à política?”
50. “Quando o altruísmo torna-se patológico”
51. “Lucros: bons, ruins e obscenos”
52. “A batalha pelas universidades”
53. “Amar o dinheiro ou amar os livros – qual é o pior?”
54. “A terceira via falhou”
55. “Qual é a opinião do dono?”

As três previsões fracassadas de Marx

Publicado pela primeira vez em Inglês: Marx’s Three Failed Predictions.
Tradução por Eli Vieira.

“Stephen Hicks: O populismo triunfa onde falha a educação”

Marty,B-graphicPor Belén Marty, PanAm Post, December 5, 2014.
Portugués tradução de Adriel Santana.
Publicado pela primeira vez em Español: “El populismo triunfa donde falla la educación.”
Tradução Inglês: “Populism Succeeds Where Education Fails.”
.
.

Theist vs. Atheist series

Publicado pela primeira vez em Inglês: The Theist vs. Atheist series.
Portugués:theist-vs-atheist
1. “Vale a pena discutir religião?” por Stephen Hicks e “Vale a pena discutir religião?” por John C. Wright. HTML. PDF.
2. “Razão e fé são incompatíveis?” por Stephen Hicks e “A Existência de Deus pode ser comprovada (ou, pelo menos, ser considerada uma hipótese racional)?” por John C. Wright. HTML. PDF.
3. “A próxima questão é: a existência de Deus pode ser provada?” por John C. Wright e “Sobre as provas da existência de Deus” por Stephen Hicks. HTML. PDF.
4. “A religião é imprescindível para a moralidade pessoal?” por John C. Wright e “Sobre a moralidade natural e a amoralidade religiosa” por Stephen Hicks. HTML. PDF.
5. “O Sentido da Vida depende da existência de Vida Após a Morte?” por John C. Wright e “Tornando a vida significativa sem religião” por Stephen Hicks. HTML. PDF.
6. Forthcoming.
7. Forthcoming.

Em defesa de uma Secretaria de Assuntos Sexuaisreproducer-general-logo-200x200

Publicado pela primeira vez em Inglês: HTMLPDF.
Portugués: HTMLPDF.

Return to the Stephen Hicks ome page.

2 thoughts on “Português

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *